Assim como qualquer medicamento, os quelantes podem causar efeitos colaterais. É importante ficar atento ao seu corpo e sempre falar para o médico se não estiver se sentindo bem ao realizar a quelação do ferro.

Deferoxamina: perda ou déficit auditivo, catarata ou redução no crescimento da coluna lombar.

PREVENÇÃO – avaliação auditiva e exame de fundo de olho anuais. Controle de peso e estatura.

Deferipirona: neutropenia (redução na quantidade de células de defesa do organismo), o que pode favorecer o surgimento de infecções oportunistas.

PREVENÇÃO – realizar um hemograma a cada 10 dias, interromper o tratamento imediatamente em caso de febre ou sinais de infecção, buscando imediatamente aconselhamento médico.

Desferasirox: aumento de creatinina (substância derivada do metabolismo da creatina, uma proteína presente nos músculos, eliminada pelos rins), que pode indicar problemas renais.

PREVENÇÃO – fazer exames para avaliar o funcionamento dos rins antes do início do tratamento e, posteriormente, uma vez por mês. Deve-se manter a hidratação adequada e ter cautela principalmente em pacientes que já apresentem alguma alteração renal antes do início do tratamento.

Importante! O acompanhamento médico e da equipe multidisciplinar é fundamental para obter melhores resultados no tratamento.