Com o aval e a orientação de um Comitê Científico Médico, formado por especialistas nacionais e internacionais, a ABRASTA atua para oferecer às pessoas com talassemia um acesso fácil e rápido – de preferência desde os primeiros meses de vida – ao melhor tratamento e qualidade de vida.

Fundada em 6 de agosto de 1982, por um grupo de pais de pessoas com talassemia, a Associação Brasileira de Talassemia (ABRASTA) é uma entidade beneficente, sem fins lucrativos. Atualmente somos membro da Federação Internacional de Talassemia (TIF).

Investimos na realização de programas que visam o conhecimento sobre a doença e também o suporte psicológico e jurídico desde o momento do diagnóstico, além de uma programação intensa de eventos e programas de atualização para médicos da área.

Toda a atuação da Abrasta é alinhada nos pilares:

Educação e informação

Por meio de materiais informativos, como folders e o Info Abrasta, portadores de talassemia e seus familiares têm acesso a um conteúdo completo sobre a talassemia. As campanhas de conscientização alertam a população no geral sobre a importância do diagnóstico precoce da doença e também da doação de sangue voluntária.

O site e as redes sociais (FacebookTwitter e Rede Amar a Vida) são fontes de informação e contato direto com o paciente.

Também proporcionamos o contato direto com os melhores especialistas por meio do Chat Abrasta, que com uma ferramenta online, pacientes de todo o país conversam diretamente com médicos e profissionais da saúde sobre diferentes temas.


Pesquisa

Objetiva levantar diretamente com os portadores de talassemia, seus familiares, profissionais da saúde e médicos informações relevantes sobre a terapêutica aplicada e a navegação no sistema de saúde.


Políticas públicas

Atuamos intensamente na busca por mobilização social para discutirmos melhorias no tratamento da talassemia, especialmente no que diz respeito à dispensação de medicamentos fundamentais e outros cuidados essenciais no padrão de tratamento oferecido obrigatoriamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Para isso, temos participação ativa no Conselho Nacional de Saúde, além de estarmos sempre em contato com os principais governantes e contribuirmos com as iniciativas do governo que buscam a humanização e o aprimoramento dos tratamentos.


Apoio ao paciente

O departamento é formado por psicólogos, responsáveis por auxiliar o paciente no enfrentamento da doença; advogados, que informam sobre os direitos garantidos pelas leis; Comitê Médico, que oferece apoio para todas as ações realizadas pela organização, além de trabalhar para que todos os pacientes sejam atendidos, de forma correta, nos centros de tratamento do país.

Além da sede em São Paulo, possuímos representantes nas seguintes capitais: Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro e Salvador. Nossos representantes levam informação, cadastram novos pacientes, além de disseminarem nossas ações em todo o país.

Oferecer ajuda e mobilizar parceiros para que todas as pessoas com talassemia no Brasil tenham acesso ao melhor tratamento.

Ser um Instituto de referência mundial e sustentável em educação e pesquisa, para a cura das pessoas com talassemia.

Amor, ética, profissionalismo, cuidado integral, igualdade, acolhimento, fé e união.

Vídeo Institucional da Abrasta